Mamãs estejam sempre alertas!!!

20.4.06

Sindroma de Morte Súbita do Lactente (SMSL)

É o nome dado à morte súbita e inesperada de um bebé, sem explicação da causa, mesmo após investigação apropriada.
Nos países ocidentais constitui uma das causas mais frequentes de morte no primeiro ano de vida. O fenómeno existe também em Portugal mas desconhece-se ainda a sua verdadeira extensão.
Embora não se saiba a causa desta síndroma, em todos os países em que foram modificadas algumas práticas nos cuidados das crianças registou-se uma queda importante da incidência da Síndrome da Morte Súbita do Lactente. O objectivo deste documento é promover a implementação dessas práticas nas crianças portuguesas.
Reduzir o Risco de Síndroma de Morte Súbita do LactenteAs recomendações seguintes recolhem a experiência de múltiplas associações internacionais, nacionais e regionais e correspondem à melhor evidência disponível da investigação epidemiológica.

Coloque o bebé de costas para dormir
O risco de SMSL aumenta se os bebés dormirem de bruços. A investigação mostra que, quando são deitados de costas, os bebés não bolsam nem aspiram mais o vómito do que se estiverem em qualquer outra posição.

Não fume durante a gravidez. Nem depois.
O risco de SMSL aumenta se a mãe fumou durante a gravidez e se continua a fumar após o parto. Se o pai também fuma, o risco agrava-se mais.
Não deixe ninguém fumar no ambiente que o seu filho respira - quarto, casa, carro ou onde quer que ele permaneça.

Destape a cabeça do bebé para dormir
A roupa da cama não deve cobrir a cabeça do bebé. Não use edredões nem peças de roupa que o possam cobrir (fraldas, gorros). Deite-o com os pés tocando o fundo da cama de forma a que não haja risco de escorregar para debaixo dos lençóis.

Não coloque o bebé na cama de adultos (para dormir)
Se fuma, está muito cansado, tomou algo que altera o sono ou ingeriu bebidas alcoólicas recentemente, não ponha o bebé na sua cama para dormir.
Nunca adormeça no sofá com o seu bebé.

Não aqueça demasiado o bébé
O risco de SMSL pode estar associado ao excessivo aquecimento. Para prevenir isto deve usar o bom senso e adequar a temperatura do quarto, a roupa do bebé e a roupa da cama à estação do ano e ao lugar que habita. A temperatura ideal do quarto deverá estar entre 18-21 ºC
Vista-o com o mesmo tipo de roupa que está a usar de forma a sentir-se confortável - não quente.
Colocando o dorso da sua mão na nuca ou na barriga do bebé poderá avaliar facilmente se ele está muito aquecido
Se o bebé tem febre precisa de menos roupa e não de ser agasalhado.

O bebé acordado pode estar noutras posições
Quando está acordado pode ser colocado de barriga para baixo para brincar. Isto fortalece os músculos do pescoço e das costas.